O PRÍNCIPE – 2008

0
221

O Espetáculo O Príncipe, produzido pelo GTT – Grupo Teatral Talento é uma adaptação livre do capitulo homônimo do livro “Cheiro de Chão” do escritor americanense Ariel Capozzi.

A proposta do grupo foi valorizar a cultura local, possibilitando aos atores o contato direto com a linguagem “caipira” do interior do Brasil, trazida pelo texto de Ariel.

A montagem possibilitou ao grupo um delicioso exercício do fazer teatral de maneira leve e descontraída e o resultado agrada o público de todas as idades, pois o espetáculo cria situações irreverentes sem perder o toque de reflexão que o texto proporciona.

O espetáculo teve sua pré-estréia em 2004, com os atores Marcelo Porqueres e tiago Luz, mas somente em 2008 a montagem entrou no repertório do grupo, inicialmente com os atores André gimenes e Marcelo Porqueres e depois com a atriz Patrícia Camargo substituindo Porqueres.

No currículo do espetáculo estão apresentações no Fábrica das Artes e uma apresentação no teatro Municipal de Americana no dia 09 de março, em comemoração aos 20 anos do Teatro. O espetáculo participou também da Mostra de Teatro de Americana conquistando os prêmios de Melhor Ator (André Gimenes), Melhor Iluminação (JJ Bart), Melhor Texto (Ariel Capozzi) e uma indicação a Melhor diretor (Carlos Justi).

Sinopse

O Príncipe é um espetáculo divertido que conta a história do Capitão Genésio, homem valente, que não tem medo de nada, exceto alma penada.

Um dia ele tem que espionar um acampamento de jagunços e para isso precisa passar por uma encruzilhada que dizem ser mal assombrada.

Nessa encruzilhada ele encontra o diabo, mas o chifrudo não está ali para sacaneá-lo e sim para reclamar de tudo que lhe é atribuído como maldade no mundo num divertido e filosófico desabafo.

Ficha Técnica

Dramaturgia: Ariel Capozzi
Adaptação e Direção: Carlos Justi
Elenco: Tiago Luz e Marcelo Porqueres (primeira versão)
André Gimenes e Marcelo Porqueres (segunda versão)
André Gimenes e Patrícia Camargo (terceira versão)
Sonoplastia: Marcelo porqueres, Carlos Justi e André Gimenes
Figurinos e adereços: Wagner Seleghini
Iluminação: JJ Bart

Anúncio