Viva a Revolução – 2016

0
1060

Se rir é o melhor remédio, a comédia é o caminho para curar todos os males. É com esse pensamento que o GTT – Grupo Teatral Ta´lento, mantenedor do Espaço Fábrica das Artes, conquistou o público com sua nova montagem, a comédia “Viva a Revolução”, que estreou no dia outubro às 20 horas, no Teatro Fábrica das Artes. O espetáculo permaneceu em cartaz por três semanas, nos dias dias 1,2,8,9,15 e 16 de outubro, sábados e domingos às 20h.

Décimo oitavo espetáculo do GTT, “Viva a Revolução” faz parte de um mergulho do grupo, no universo da cultura popular, a partir de grandes mestres brasileiros.  A pesquisa teve início em 2015 com a montagem anterior “Presepada”, que propôs um resgate a personagens típicos das histórias e fábulas brasileiras. A nova montagem é uma adaptação do texto Burundanga, de Luiz Alberto de Abreu, e chega sob forte viés político, numa referência clara ao momento conturbado da política atual do Brasil.

Sob a ótica de que Herói é o cabra que não teve tempo de correr, a peça narra as aventuras e golpes de dois malandros, João Teitê e Matias Cão, que se travestem de militares e fazem crer a uma pequena cidade que está acontecendo uma revolução no país. Tudo isso em clima de humor, com toque de comédia dell’arte.

FICHA TÉCNICA
Elenco: Bruno Zepellini, Carlos Eduardo Nascimento, Christian Lima, Élida Garcia, Ellis Almeida, Elliot Souza, Júlia Pacheco, Juliana Gobbo, Luan Izaias, Renata Hortense, Tatiana Sajorato, Vinicius Buriti
Cenários e Figurinos: O Grupo
Operação de Luz: André Favarini
Sonoplastia: Marcelo Porqueres
Artes Gráficas: Carlos Eduardo Nascimento
Dramaturgia e Direção: Marcelo Porqueres
Produção: GTT-Grupo Teatral Ta`Lento/Fábrica das Artes

Anúncio