Carlos Justi

0
3101

Nome completo: Carlos de Souza Justi
Data de Nascimento: 16/10/1964
DRT 32.290 / SP

carlosjusti@fabricadasartes.art.br

HISTÓRICO

Formado em PD pela UNISAL Americana, Carlos Justi iniciou no meio teatral em 1982 como ator, mas logo descobriu seu talento como dramaturgo e diretor. Tem no currículo mais de 10 textos de teatro com destaque para O Fantasma da Roça e O Novato, montados com GTT, alem de vários textos de teatro treinamento, com destaque para Ato Inseguro, Consciência integrada e Zé Quebrado, todos no portfólio de serviços da Iconix Eventos.

Como diretor montou mais de 20 espetáculos entre trabalhos artísticos e de treinamento, com destaque para os espetáculos “O Caixeiro da Taverna”, “O Julgamento”, “Édipo Rei”, “O Fantasma da Roça” e “O Príncipe” todos premiados em mostras e festivais de teatro.

No Biênio 98/99 foi eleito Presidente do Conselho Municipal de Cultura – órgão responsável pela gestão dos recursos do Fundo Municipal de Assistência à Cultura. De setembro de 2001 a dezembro de 2004, ocupou o cargo de Administrador do Teatro Municipal de Americana, atuando também como organizador do Festival Nacional de Teatro de Americana.

Em 2009 foi eleito representante da Sociedade Civil americanense na Conferência Estadual de Cultura e em 2010, atuou como representante da sociedade civil no Fórum Americana 2020, segmento cultura. Membro fundador do Espaço Cultural Fábrica das Artes, ocupou de 2009 a 2015 o cargo de presidente da instituição, sendo eleito para um terceiro mandato para o período de março de 2021 a março de 2024. É o criador do Curso de Teatro do Fábrica e dos projetos Americana Mostra (2010 a 2019) e Mostra de Cenas Curtas (2007 a 2012).

Dirigiu juntamente com Val Nascimento os Shows “Americana Canta o Rei” (2010) e “Americana Canta a Mulher” (2016). Em 2019 Dirigiu juntamente com Emerson Marques, o show Americana Canta Padre Zezinho, apresentado nos dias 18 e 19 de maio. Todos os shows com produção de Divina Bertalia.

Em 2016 criou o roteiro e dirigiu o videoclipe “Sigo em frente”, da banda Impossíveis Rock, lançado oficialmente em 16 de setembro de 2016. Em 2017 dirigiu o espetáculo “O Palhaço sou eu”, atualmente no repertório do GTT.

Em 2021 Dirigiu o espetáculo “O Fantasma da Roça” em comemoração aos 25 anos do GTT e em 2022 criou o roteiro e assinou a direção do documentário “A Mão do Futuro”, que pode ser acessado clicando aqui

Anúncio[adinserter block="4"]