28.6 C
Americana
quarta-feira, 28 fevereiro, 2024
Início Notícias ARTES CÊNICAS: ALUNA DO FÁBRICA ENTRA EM 3 UNIVERSIDADES PÚBLICAS

ARTES CÊNICAS: ALUNA DO FÁBRICA ENTRA EM 3 UNIVERSIDADES PÚBLICAS

Chegar a uma universidade pública é um feito que merece destaque e muita comemoração. Sabemos o quanto os cursos, independente de que área for, são concorridos nas públicas. O sonho de todo estudante que deseja entrar numa universidade é poder posar orgulhosamente com a marca da conquista pintado na testa, mas muitos ficam pelo caminho.

Para se atingir esse objetivo é necessário muito estudo, muita dedicação, superar o nervosismo das provas e a ansiedade dos resultados finais. Quando o objetivo é alcançado a alegria explode com a sensação de dever cumprido e um reforço imensurável na auto estima.

Se entrar numa universidade já é motivo de festa, imagine entrar em três? Foi isso que vivenciou uma aluna do Curso Livre de Teatro do Fábrica das Artes, que no final do ano passado, conseguiu entrar em três universidades públicas, duas estaduais (USP e Unicamp) e uma federal – UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto.

Estamo falando de Julia Ferraz, uma jovem determinada, de sorriso contagiante, que transbordou o seu talento de atriz no palco do Fábrica em dezembro passado, especialmente na apresentação de conclusão do Curso Livre, com o espetáculo “O Último Jantar”, dirigido pelo orientador Bruno Cardoso.

Entre felicitações e reconhecimentos pelo trabalho da atriz, elaboramos um conjunto de perguntas para saber um pouco mais sobre Julia Ferraz.

Fábrica das Artes – Desde quando você faz teatro?
Julia FerrazTive uma breve experiência na escola, quando mais nova, mas eu só comecei a fazer aulas específicas de teatro há cerca de dois anos.

Fábrica das Artes – Como e onde começou fazer teatro?
Julia Ferraz – Eu comecei a fazer aulas de teatro na mesma escola onde fazia aulas de dança, depois que eu comecei a perceber que queria me dedicar mais a essa área.

Fábrica das Artes – Quais universidades você prestou vestibular?
Julia Ferraz – Eu prestei a Unicamp, a USP e usando a nota do Enem a UFOP.

Fábrica das Artes – Quais você passou e em que posições?
Julia Ferraz
– Passei na Unicamp em 3º lugar, na UFOP em 1º lugar e na USP em 12º lugar.

Fábrica das Artes – Qual você optou fazer e por que?
Julia Ferraz
– Optei por fazer a Unicamp depois de muitas conversas com veteranos dos cursos ou com pessoas que eram de cada uma das faculdades. A prova de habilidades me ajudou a conhecer um pouco dos cursos e das faculdades, e eu também fiz muitas pesquisas sobre o campus e o corpo docente de cada uma das universidades. No fim a grade curricular, as oportunidades oferecidas pela universidade tiveram um grande papel na minha escolha. A Unicamp traz um trabalho corporal e focado no trabalho do ator ao mesmo tempo em que possibilita o desenvolvimento de outras área que é o que eu estou procurando no momento. Eu também admiro muito todo o trabalho e luta dos professores e dos alunos desse curso, e eu fico muito feliz com a oportunidade de estudar junto com eles.

Fábrica das Artes – Quando você decidiu fazer cênicas?
Julia Ferraz
– Quando eu estava começando o ensino médio. Por muito tempo eu disse que queria fazer história, e eu sempre fiz atividades artísticas como aulas de dança e de canto, mas foi no início do ensino médio e depois de alguns acontecimentos na minha vida que eu comecei a criar uma relação mais forte com a arte e eu admiti pra mim mesma que esse era o curso que eu queria fazer, que essa era a área que eu queria seguir. Esse foi um período muito difícil pra mim e consumir ou produzir arte era uma coisa que me ajudava, me dava um propósito, fazia eu me sentir viva então com o tempo eu comecei a aceitar que esse era o caminho que eu queria seguir e ao qual eu queria me dedicar.

Fábrica das Artes – Qual o papel do Fábrica das Artes nessa história?
Julia Ferraz –
O Fábrica foi o lugar onde eu fiz a maior parte das minhas aulas de teatro e teve um papel fundamental na minha formação como artista, foi um lugar de muito aprendizado e se tornou uma casa pra mim. Foi onde pude viver diversas experiências tanto em aulas quanto em apresentações, onde eu fui incentivada a ter um papel ativo na criação de uma peça e a consumir arte. E nos momentos mais intensos de vestibulares eu recebi todo o apoio de professores, colegas, funcionários e com certeza durante as minhas provas de habilidades específicas o meu aprendizado no Fábrica foi de extrema importância, e foi mencionado muitas vezes em entrevistas ou perguntas que eram feitas sobre a minha vivência no teatro. Tudo que eu vivi e aprendi no Fábrica teve um papel muito importante na minha vida e eu sou muito grata por esse lugar.

Fábrica das Artes – Qual o aprendizado que fica nessa jornada?
Julia Ferraz –
Acho que algumas coisas que eu aprendi, em especial no meu ensino médio e na época do vestibular é: vá no seu tempo, você não precisa saber agora o que você quer fazer, você não precisa passar em nada nesse exato momento, se não acontecer agora vai acontecer em alguma hora. E é uma coisa que eu mesma tinha dificuldade de entender porque eu ficava muito ansiosa com medo de não passar em nenhuma faculdade, assim como eu sempre fiquei com medo de falhar em várias coisas na minha vida e as pessoas ao meu redor sempre me disseram pra ter calma e só dar o máximo de mim. E isso é outra coisa, eu aprendi que eu precisava me apoiar e confiar nas pessoas importantes da minha vida. Eu não teria conseguido sem o apoio de muitas pessoas, da minha família, dos amigos, alguns do Fábrica, você não precisa passar por momentos difíceis sozinho. E também agora que eu estou aqui na faculdade é tão bom ter pessoas com quem compartilhar isso.

Fábrica das Artes – Deixe uma mensagem pra quem esta lendo essa entrevista.
Julia Ferraz –
Dê o seu tempo, não se compare a outras pessoas e comemore as suas pequenas conquistas, valorize o seu esforço porque no fim vai valer a pena.

- Advertisment -
- Ajude a manter o espaço -

Most Popular

Recent Comments