12.4 C
Americana
sexta-feira, 22 outubro, 2021
Início Agenda Cartas para Josephine estreia no Fábrica

Cartas para Josephine estreia no Fábrica

Depois de um ano de estudos, ensaios e espera, o COLETIVO ARTÍSTICO TANTOFAZ finalmente tem a honra de anunciar a estreia de seu primeiro espetáculo teatral: CARTAS PARA JOSEPHINE!

O espetáculo conta a história de um casal que tem de lidar com o luto. Na tentativa frustrada de amenizar a dor causada pela separação repentina, eles escrevem cartas um para o outro e tentam se reencontrar através delas. A história percorre os 5 estágios do luto: Negação, Raiva, Negociação, Depressão e Aceitação, que trazem à tona os conflitos internos e o medo dessa passagem.

Cena do espetáculo Cartas para Josephine. Foto: Letícia Campos @ph.leticiamcampos

Duração: 50 minutos

Gênero: Drama psicológico

Classificação etária: 14 anos

A temporada de estreia acontecerá aqui no FÁBRICA DAS ARTES, que fica na rua Dr. Cícero Jones, n° 146, no bairro Vila Rehder em Americana/SP, pertinho do centro.

As datas de apresentação serão dias 16 (sábado) e 17 (domingo), 23 (sábado) e 24 (domingo) de outubro, SEMPRE ÀS 19 HORAS.

Os valores dos ingressos são: 

– R$30 reais inteira.

– R$15 reais antecipadamente.

– R$15 reais meia entrada.

Para adquiri-los é só entrar em contato com qualquer um dos integrantes do Coletivo ou através do @coletivotantofaz!

Lembrando que devido à pandemia do Covid-19, o público será reduzido e será obrigatório o uso de máscaras durante o espetáculo, assim como medidas sanitárias serão seguidas na entrada do espaço.

Cena do espetáculo Cartas para Josephine. Foto: Letícia Campos @ph.leticiamcampos

FICHA TÉCNICA

Direção: Elliott de Souza

Dramaturgia: Processo colaborativo

Elenco: Cadu Nascimento, Fábio Gianfratti, Mariana Lobo e Nathan Pennacchioni

Cenografia: Karla Nagai

Figurino: Marlon Pizol

Sonoplastia e Iluminação: Elliott de Souza

Operação de som: Luan Ramos

Operação de luz: Igor Cardoso

Cena do espetáculo Cartas para Josephine. Foto: Letícia Campos @ph.leticiamcampos

O COLETIVO

O Coletivo Artístico tantoFAZ surge em era pandêmica com o anseio de produzir arte e fazer vivo os incômodos de seis artistas de Americana e região: Adriano Carvalho, Cadu Nascimento, Elliott de Souza, Fábio Gianfratti, Mariana Lobo e Nathan Pennacchioni.

Através do processo de uma cena, surge o espetáculo “Cartas para Josephine”.

Envoltos a realidade contemporânea da arte em plataformas digitais, o Coletivo lança o projeto “Poesias de Banheiro” com textos de Adriano Carvalho que dão vida em vídeos curtos feitos por integrantes e convidados. 

Em 2021, o coletivo foi contemplado no projeto Incubadora Artística do Grupo Os Geraldos (de Campinas/SP) no qual recebeu Formação, Capacitação e Consultoria em Gestão Cultural.  

PREMIAÇÕES

Em dezembro de 2020, com o início da estruturação do espetáculo “CARTAS PARA JOSEPHINE”, o Coletivo teve a oportunidade de participar da 1ª Mostra de Talentos On-line, promovida pela Cia Aurora de Teatro, grupo parceiro da cidade de Americana/SP, em comemoração aos seus 6 anos de existência.

A cena apresentada foi premiada em duas categorias (Melhor cena e Melhor figurino/caracterização) e obteve ainda mais duas indicações (Melhor espaço cênico e Melhor atriz: Mariana Lobo).

PALAVRAS DO DIRETOR

“Há algum tempo tenho vontade de levar aos palcos o tema do luto. Através de um exercício de conclusão da oficina Princípios da Direção Teatral, sob orientação de Otávio Delaneza, criamos uma cena que foi o ponto de partida para a montagem do espetáculo Cartas Para Josephine. Posteriormente, o processo acabou dando origem ao Coletivo tantoFAZ, que apesar de pouco tempo de estrada conta com membros muito experientes.

O processo – principalmente a dramaturgia – foi concebido de forma coletiva, tendo o texto como elemento secundário. A principal linguagem narrativa se dá através das expressões corporais dos atores, além de luzes e sonoplastia que deverão despertar no espectador as emoções sentidas pelos personagens.  

A principal preocupação foi lançar um espetáculo com um tema tão forte em meio a uma pandemia. Por isso, pensamos cuidadosamente em um espetáculo contado de forma poética, levando uma experiência que será de acolhimento, sentida e compartilhada entre atores e plateia.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
- Ajude a manter o espaço -

Most Popular

Recent Comments