24.6 C
Americana
quarta-feira, 30 novembro, 2022
Início Notícias ZULU DE ARRABATÁ TOCA NO FÁBRICA DIA 15

ZULU DE ARRABATÁ TOCA NO FÁBRICA DIA 15

Zulu de Arrebatá, cantor e compositor paulistano é atração no Teatro Fábrica das Artes no dia 15 de outubro, sábado as 20 horas. O músico trás para Americana o Show Cena de Cinema reunindo canções próprias e composições consagradas. Os ingressos antecipados estão a venda a 10 reais. Na bilheteria, 15 reais.

Cena de Cinema reúne toda a essência do trabalho do artista ao longo de décadas, transitando por distintos gêneros da música brasileira, com seu swing característico, de difícil definição, marca inconfundível de Zulu. Este som é sempre acompanhado de letras bem construídas, que retiram, do cotidiano, a temática urbana que descreve seu dia a dia. O cantor estará acompanhado no palco do músico Cesar Fontes e do ator americanense Sidney Bomfim.

Sidney Bomfim, ator americanense fará uma participação especial no show

Zulu de Arrebatá, cantor e compositor, nascido no bairro paulistano de São Miguel Paulista, ambiente rico em influências culturais proporcionadas pela migração nordestina ocorrida a partir dos anos 1950, e ao mesmo tempo integrado com centros culturais de outras partes do mundo, com destaque para as culturas de origem árabe, judaica, africana, portuguesa, japonesa e Italiana. Zulu também recebeu forte influência dos cânticos religiosos das igrejas evangélicas atuantes na região à época.

Em 1972, participou do grupo Caaxió, atuando como backing vocal, ao lado de Osnofa, Fernando Teles e Edvaldo Santana. Posteriormente, o grupo Caaxió foi rebatizado para Matéria Prima, nome com o qual acompanhou o cantor Tom Zé em shows por diversas cidades brasileiras. Em 1975, o grupo gravou seu primeiro LP, com o título homônimo Matéria Prima, pela gravadora Chantecler/Continental.

Este disco alcançou sucesso nacional, abrindo as portas dos principais programas de TV da época para o grupo, que se apresentou no Fantástico, Almoço com as Estrelas, Clube dos Artistas, Programa do Bolinha, Programa Raul Gil, Programa Gente Jovem, com Fausto Canova e Ângela Rodrigues Alves.

Buscando afirmar trabalho com seu estilo próprio, Zulu deixa o grupo Matéria Prima em 1.980, mas não abandona a cena cultural da cidade e, juntamente com os amigos do Matéria Prima, Sacha, Raberuan e outros artistas e ativistas culturais da região, ajuda a fundar o Movimento Popular de Arte, o MPA. Em 1.985, participa da gravação do disco do MPA, onde contribui com a faixa Pés n’a Areia.

Durante os anos 1990, Zulu atuou como arte-educador em diversos projetos ligados às prefeituras da capital e da grande São Paulo.

Amor Urbano é o trabalho mais recente do cantor, cd gravado entre 2002 e 2004 e lançado em 2005.

Com um estilo incomum de cantar, Zulu de Arrebatá, conquista admiradores por onde passa e este estilo incomum se explica pelas influências sonoras recebidas na infância, que traz na alternância dos tons graves e agudos – característicos do canto “spirituals” e presentes no Jazz, Soul e Funk dos afroamericanos, temperado com as frases e melodias do baião, do xote, do

samba que, aliados ao intimismo da Bossa Nova, completam o universo singular da construção melódica deste compositor.

SERVIÇO
Show – Cena de Cinema
Zulu de Arrebatá
15 de outubro -Sábado – 20h
Ingressos 15,00
Informações (11)95270-5430

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
- Ajude a manter o espaço -

Most Popular

Recent Comments